quarta-feira, 26 de março de 2008

O sonho de um atendente

Perto do meu trabalho, na esquina da Av. Barão de Tefé com a rua Sacadura Cabral, existe um bar chamado Bela Vista, cujo nome não faz juz ao estabelecimento. Ele atende mendigos e baixas renda da região, e como sou atraído por um pé-sujo, vez por outra eu compro um desarranjo intestinal por lá.

Hoje fui nesta lanchonete e ouvi um desabafo do caixa com a dona Maria. Ele provavelmente é o dono do estabelecimento e para minha surpresa, seu sonho era ter estudado teatro. Veja como são as coisas: um homem de meia idade, que deve ter passado boa parte de sua vida atrás de um balcão atendendo todo tipo de pessoa, com sonho de ser ator.

Se você achou que eu ia fazer uma piada colocando em dúvida a masculinidade do cidadão, se enganou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário