sábado, 2 de outubro de 2010

Cinema 4D do Ilha Plaza

Outro dia achei numa biblioteca um daqueles livros com imagens abstratas que escondem figuras em três dimensões, mas que para vê-las é preciso aproximar a página do nariz, focar a visão em um ponto e ir afastando aos poucos. Nunca consegui ver porra nenhuma nessas imagens e sempre achei que todo mundo estava me sacaneando. Na escola, há muitos anos, era a mesa coisa, eu era o único tapado.

Apesar disso, todos os exames de vista que fiz ao longo da vida nunca demonstraram nenhum problema. Sempre enxerguei as bolas verdes no meio das vermelhas e as letras na parede. Mas ainda assim ainda acho que me falta alguma coisa.

Se você não enxergar o número no meio do círculo acima, parabéns, você é daltônico!

Fui na exposição do Einstein no Museu Histórico Nacional e assisti o filme em três dimensões do final. As três dimensões passaram longe, tudo embaçado. Mais uma vez não vi nada!

Por essas e outras fui meio desacreditado no cinema 4D do Ilha Plaza, mas esse eu até que gostei. São quatro filmes disponíveis de aproximadamente 5 minutos. Assisti o filme da mina, que reproduz um daqueles carrinhos utilizados para transportar pedras dentro dos túneis. O carro anda em alta velocidade e no meio do caminho aparece uma cobra dando o bote, morcegos e um esqueleto que estica o braço tentando pegar o espectador. 

Além das imagens em três dimensões, que apesar de embaçadas e meio tocas causam algum efeito, vento, respingos d'água e solavancos das cadeiras ajudam a compor a brincadeira.

Cinema 4D parecido com o do Ilha Plaza
Gostei e com certeza voltarei para assistir os outros filmes. Custa cinco reais e vai ficar no shopping até o final do mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário