quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Rua e Ladeira da Misericórdia e Igreja Nossa Senhora de Bonsucesso

Igreja Nossa Senhora do Bonsucesso e o que restou da Ladeira da Misercória
O primeiro lugar que visitei tendo como guia o livro Histórias das Ruas do Rio, de Brasil Gerson, foi a Ladeira da Misericórdia, vista na foto acima. Esta ladeira dava acesso ao Morro do Castelo, demolido na década de 20, e só restou dela um pequeno trecho de aproximadamente 30 metros. Parece que só não foi derrubado porque comprometeria a estrutura da Igreja Nossa Senhora de Bom Sucesso, localizada ao lado.

A Rua da Misericórdia foi pode ser considerada a primeira do Rio de Janeiro e sua extenção era a Rua Direita, atual Primeiro de Março.

Igreja Nossa Senhora do Bonsucesso

É concenso entre os historiadores que o teatro brasileiro surgiu como forma de catequisação pelos jesuítas, e foi na Igreja Nossa Senhora de Bonsucesso que aconteceram os primeiros ensaios e as primeiras encenações.

Quando cheguei, toquei a campanhia e fui recebido pelo zelador, que fez as vezes de cicerone e me levou para conhecer o local, que atualmente só funciona para celebração de casamentos. Foi emocinante entrar nesta igreja e ficar diante do local onde ocorreu a primeira encenação teatral no Brasil. Também foi ali que Tiradentes fez seu juramento antes de ir para a forca. É uma das poucas igrejas que ainda possui aqueles órgãos de metal do século XVIII, e só pode ser tocado por um maestro do Theatro Municipal, que não lembro o nome.

Infelizmente não pude tirar fotografias, mas achei que não seria difícil achar alguma imagem na internet. Para minha surpresa, são poucas as fotos disponíveis, e a abaixo foi tirada de um site de uma floricultura que faz ornamentação para casamentos.

Neste local aconteceu a primeira encenação teatral do Brasil
Outra curiosidade: era desta igreja que partia a Procissão dos Ossos, organizada pela Santa Casa da Misericórdia e que acontecia no dia anterior ao Dia de Finados. A irmandade, todos vestidos com mantos pretos, segurando tochas ao som de matracas, andavam pelas ruas da cidade em direção à forca (que ficava na atual Praça Tiradentes), e no caminho iam pegando os corpos em putrefação dos condenados e traziam de volta para igreja, de forma a dar um enterro cristão aos mortos. Eles eram enterrados no terreno onde hoje se encontra o prédio da Santa Casa com frente para a Rua Santa Luzia.

A imagem dessa procissão é de arrepiar. Imaginar dezenas de pessoas de preto, andando pela noite carregando corpos em estado de decomposição que estavam jogados pelos ruas é impressionante. Parece roteiro de filme de terror, mas este tipo de coisa realmente acontecia.

A Igreja Nossa Senhora de Bonsucesso abre para visitação de segunda à sexta, das 8 às 15h30. Fica no Largo da Misericórdia, pertinho do ponto final dos ônibus que vão para Ilha, no Castelo. Não custa nada mas não possui visita guiada. Pode-se tentar com a secretária a permissão para fotografar o local e conhecer com calma a igreja.



Exibir mapa ampliado

Nenhum comentário:

Postar um comentário