sábado, 3 de setembro de 2011

Bar do Seu Paulo

Estou voltando a dar minhas pedaladas pela Ilha, sempre portando minha máquina fotográfica a procura de alguma coisa bacana para colocar aqui. Não é tarefa difícil, a cada saída volto com muitas idéias. Algumas delas coloco em prática na hora, como experimentar a famosa meiota do Seu Paulo, que mistura limão, cachaça, gim e mel.

A data de fundação do bar é desconhecida, mas dizem ter mais de cem anos. Antes do Carrefour criar os supermercados em 1975 (ano em que Seu Paulo assumiu o bar), as pessoas compravam produtos genéricos em armazéns. Genéricos porque não tinham marca, tonéis e barris cheios de feijão, arroz e demais gêneros forneciam o que o comprador precisava. Agora o que mais se vende são bebidas e alguns poucos itens para o dia-a-dia doméstico.

Na minha visita pedi a meiota e fiz questão de gravar um vídeo registrando o procedimento (abaixo). Rodrigo Nonno (habitué e dono do blog Butecólico) já tinha feito um ensaio fotográfico completo.

O Bar fica na Freguesia, esquina da Rua Magno Martins com a Comendador Bastos.



Interior do Bar do Seu Paulo

Pastel, meiota e a pimenta numa garrafa de Fanta

Minha Ceci rosa na porta do bar

A meiota e queijo com azeite, orégano e molho inglês
*******

Atualização: quando falei para a digníssima que tinha ido ao Bar do Seu Paulo, imediatamente ela perguntou se eu tinha tirado foto da rua em frente ao bar, com dezenas tampas de garrafa de cerveja incrustadas no asfalto. Respondi que não, mas voltei para fazer o registro. A boemia local joga as tampas na rua que acabam adornando o chão pelo fluxo de carros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário