domingo, 2 de outubro de 2011

Sacos plástico


Estou longe de ser um consumidor totalmente responsável em minhas compras, mas possuo um nível de consciência acima da média e, na medida do possível, adoto práticas socialmente recomendadas. Entretanto, precisamos ficar atentos para não cair na chamada maquiagem verde, quando empresas fazem publicidade alegando serem amigas do meio ambiente quando na verdade não são.

Uma dúvida que me veio recentemente é com relação as sacolas plásticas e a febre das ecobags, que antigamente se chamavam apenas bolsas. Sei que num ataque nuclear apenas as baratas e as sacolas dos supermercados sobreviverão, que são responsáveis pela morte de tartarugas que as confundem com águas-vivas blá blá blá, mas isso só acontece quando são descartadas de forma inadequada. Eu não saio por aí jogando lixo no mar e na rua, e na minha casa todas as sacolas são reutilizadas para guardar lixo e como privada do meu cachorro.

Se os supermercados realmente acabarem com as sacolas plásticas, então terei que comprar algo que antes tinha "de graça". Isso me deixará puto da vida. Vocês já viram quanto custa um rolo de saquinhos para recolher as fezes de cachorro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário