sábado, 26 de maio de 2012

Verde Otário


Na medida do meu poder aquisitivo, sempre dou preferência a produtos responsáveis, nacionais e orgânicos, mas quase tudo que consumimos possui algum tipo de exploração na sua cadeia produtiva, do meio ambiente a trabalhadores em países pobres. Impossível não colaborar de alguma forma com este sistema de merda. O computador no qual escrevo este texto foi produzido na China, assim como muitos dos demais equipamentos que uso no meu cotidiano, além as roupas importadas da Renner. Nossos alimentos também entram na lista, com uso indiscriminado de agrotóxicos, transgênicos e animais criados em confinamentos. 

É muito alto o preço pago para que famílias de classe média mantenham o padrão de vida, com seus smartphones e bacon barato. Na verdade, quem paga boa parte deste preço é a natureza e trabalhadores explorados na Ásia.


Pouco tem sido feito com relação a isso, e, para piorar, alguns canalhas aproveitadores fazem a chamada Maquiagem Verde, que é fingir que realizam ações sustentáveis quando na verdade estão enganando os consumidores. Um exemplo está no vídeo abaixo, com o Grupo Pão de Açúcar vendendo "ecobags" feitas no Vietnã, país que promove trabalhos forçados. Sem falar que a bolsa vem do outro lado do planeta, consumindo grande quantidade de combustível de navios e caminhões para chegar até aqui.

Uma bolsa verdadeiramente ecológica deve ser produzida por comunidades locais, através de cooperativas que utilizam, preferencialmente, materiais reciclados.

Não se deixe enganar. Parar de consumir esses produtos é impossível (pelo menos por enquanto), mas podemos prestar um pouco mais de atenção e evitar cair nestes engodos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário