sexta-feira, 14 de março de 2008

Filhadaputagem

Tem sempre alguém pensando numa forma de ficar com seu dinheiro. 24 horas por dia, 7 dias da semana, tem um engenheiro pensando em um novo produto que você não precisa e um marketeiro te convencendo do contrário, um político pensando num imposto, um estelionatário em um novo golpe, um presidente em um motivo para uma invasão entre outras formas.

O mundo é mau e se você vacilar leva uma banda. Aqui no Rio o metrô inventou mais uma forma de extosão: a passagem agora é um cartão parecido com o RioCard que a catraca engole para você passar. Mas este cartão vale por apenas 24 horas. Aquela história de ficar com o tiquete por meses na carteira e usar quando necessário acabou. Mas eles não são tão ruins: o metrô compra seu cartão vencido por R$1,00. Se isso acontecer comigo não vou vender. Se estão te pagando R$1,00 é porque ele deve custar mais que isso, e mais ainda se considerar a passagem paga e não utilizada.

Esse metrô do Rio realmente é uma piada. Só serve para quebrar galho e para dizermos que possuímos este tipo de transporte. Só vai de uma esquina a outra, nem se compara à capilaridade encontrada em São Paulo.

E ainda tem o agravante do desrespeito a uma lei municipal que exige que banheiros sejam construídos.

Malditos sejam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário