quinta-feira, 13 de março de 2008

Trânsito nas grandes cidades

Muitas vezes somos surpreendidos com músicas, filmes, livros e outro produtos feitos há muito tempo e que permanecem assustadoramente reais. Um exemplo é a clássica animação que mostra o Pateta como um cidadão de bem, tranqüilo e honesto mas que se transforma num mostro quando entre no seu carro. A sensação de poder domina todo seu ser.



A narração me lembra muito a do Aparício, personagem do Renato Aragão n’Os Trapalhões, que também é um clássico.



Enfim, muito tem se falado sobre o trânsito brasileiro, recordes de vendas de carros e cidades cada vez mais engarrafadas. Dizem que paulista é igual água mineral: vive engarrafado. Qualquer dia esta cidade pára e é uma extrema burrice o governo continuar investindo em transporte individual em detrimento do coletivo.


A prefeitura de São Paulo anunciou que vai investir num site para que pessoas possam colocar suas rotas e encontrar outros com o mesmo trajeto, incentivando caronas como nos Estados Unidos. De antemão quero dizer que não vai dar certo. Nos EUA as pessoas já possuíam o hábito do carpooling e o site surgiu para facilitar este processo. Aqui querem fazer o inverso: primeiro o site e depois a cultura da carona. Ainda existe outro complicador: a violência. Quem é maluco de colocar alguém que não conhece dentro do seu carro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário