terça-feira, 4 de novembro de 2008

Acarajé da Cida

Que o Carcará, o Léo e eu comemos acarajé na Ciça toda sexta-feira isso você já sabe. O que você não sabe é que nossos encontros estão ficando cada vez mais animados. Estamos recebendo sempre convidados diferentes, que se juntam a nós para beber e papear.

O que você também não sabe é que a Ciça agora tem uma concorrente forte: a Cida.

A Cida tem uma barraca de comida baiana no Largo da Carioca, de segunda à sexta e funciona até no máximo 19 horas. Esse é seu diferencial, já que a Ciça atende um público que está saindo do trabalho e quer beber uma cerveja com um aperitivo até mais tarde.

Mas vamos ao que interessa: o acarajé. É muito mais próximo ao da Bahia que eu já comi aqui no Rio. A massa é dourada como ouro e toda frita por igual, como realmente deve ser. A massa do acarajé da Ciça é mais escura e possui uma casquinha crocante por fora. Essa diferença é por conta do azeite utilizado na fritura. Quando se usa somente o dendê, o acarajé fica dourado. Quando se mistura algum outro óleo, ele fica mais escuro e com casquinha.

Também custa R$5,00 mas é um pouco menor. Delicioso e me atrevo a dizer que é mais gostoso que o da Ciça.

Bolinho de Estudante

Outro aspecto a ser ressaltado são os doces. Bolos, cocadas e o famoso bolinho de estudante, feito com massa de tapioca e assado na brasa, qualquer um por apenas R$2,00. Infelizmente por conta do horário de funcionamento minha visita fica bem restrita. Que pena.

Cocadas

Obs.: Já reparou que as baianas que já apareceram por aqui só possuem duas sílabas: Ciça, Cida e Rose. Deve ser porque dá muita preguiça colocar nome comprido demais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário