sexta-feira, 15 de maio de 2009

Barbeiro

Outro dia fui cortar cabelo e o barbeiro estava gripado. Comecei a ficar nervoso com o ambiente fechado e o ar condicionado, sem falar que toda hora ele espirrava e passava a mão no meu cabelo.

Fiquei meio neurótico, saí direto para o banheiro lavar as mãos e só fiquei tranquilo depois do banho. Ele ainda disse que o cara que ficou internado com gripe suína é amigo de um vizinho.

Barbeiro e jornalista são profissionais com muita coisa em comum: ambos se acham expert em todos os assuntos. Enquanto ele cortava meu cabelo, passava o Jornal Nacional. Ele opinou em todas as matérias: crise financeira internacional, desmatamento da Amazônia, enchentes etc. Taxista também é assim.

Enfim, se você quiser ter os cabelos cortados por um bom profissional, pode procurar o Luiz, do salão que tem no Extra, Ilha do Governador. Já corto com eles há alguns anos e nunca me arrependi.

Custa R$18,00 e não esqueça da gorjeta.

Abraços, Izidoro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário