quarta-feira, 17 de junho de 2009

Violência

Ontem foi o dia das almas penadas. Encontrei muitas pessoas as quais não via há muito tempo. E bebi com todas elas, é claro. Mas não é isso que quero falar.

Voltando da Lapa na madrugada, passou um desses hippies que vendem artesanato nas ruas com a boca cheia de sangue. Tentando conter o sangramento com uma guardanapo, ele nos perguntou:

- Se eu dissesse que não ia te dar um colar, vocês iriam me bater?

Respondemos que não.

- Pois é, que cara babaca. Só porque não dei o colar para ele, levei uma porrada na cara.

Esse fato levantou uma grande discussão entre nós. Não sabemos o que realmente aconteceu e ficamos sugerindo hipóteses para o ocorrido. Acredito que realmente tenha sido um ato de violência gratuita, cometida mais uma vez contra uma minoria.

Um amigo que estava no grupo contou que certa vez, saindo de uma festa com outras pessoas, passou em frente a uma boate gay. Um grupo de vândalos achou que eles estavam saindo dessa boate e os atacou.

Enfim, fiquemos atentos durante nossos perdidos na noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário