segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Mulata do Gois

Em janeiro do ano passado, minhas férias, me matriculei numa academia a pedido de minha digníssima. No último dia, já sentindo os efeitos esfuziantes de um mês realizando exercícios, fui fazer alongamento e uma aula de jump.

O jump consiste em realizar coreografias saltitantes em cima de uma pequena cama elástica, ao som músicas frenéticas. Apesar de quase ter perdido os sentidos naquela cama maldita, consegui chegar até o fim. Mas minha namorada também enfrentou dificuldades para finalizar a aula, já que era muito difícil fazer os exercícios rindo da minha situação esdrúxula, me assistindo pelo espelho da parede.

Enfim, esquecendo um pouco aqueles 30 minutos de tortura, uma coisa boa consegui guardar daquela experiência. Um coisa MUITO BOA, diga-se de passagem: a professora!



Um espetáculo, uma mulata com cada centímetro do corpo trabalhado nos supinos e mesas abdutoras da academia. Além disso, se eu desmaiasse durante aquela pulação infernal, teria uma profissional da educação física altamente capacitada para realizar uma respiração boca-a-boca e me devolver a vida.

Estou falando da Grazi Dantas, que está concorrendo ao prêmio Mulata do Gois representando a Ilha do Governador.

Só não é mais bonita e gostosa do que a minha branquinha, que, por sorte da Grazi, é branquinha e não pode participar de um concurso de mulatas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário