sexta-feira, 16 de abril de 2010

Boteco sem nome


O nome não achei escrito em nenhuma placa e não fiz questão de perguntar ao garçom, mas não tem erro: boteco atrás do CCAA da Estrada do Galeão, no início da subida para igreja São José do Operário, em frente ao Prezunic. Fica numa esquina e possui uma varanda coberta por um toldo, metade da qual gradeada. Muito simpático, cerveja gelada e uma vitrine com algumas opções de acepipes, como moela, torresmo, carne seca e lingüiça. Não costumo ir com freqüência mas sempre saí satisfeito.

Também funciona como pequeno armazém, vendendo produtos básicos de limpeza e alimentação, além de carvão e gelo. Fica no térreo de um sobrado, daqueles antigos que funcionam como comércio no nível da rua e residência no segundo andar, muito comum no bairro.

Outro dia fui com minha digníssima numa noite chuvosa e pedimos uma porção de lingüiça. Muito gostosa e com bastante cebola. Só achei caro para um boteco, dez reais. As torradas adicionais também estavam ótimas, com orégano e manteiga por apenas dois reais. Em outra ocasião comi moelas com o Léo e estavam corretas, um molho bem saboroso.

A localização também é muito boa, em frente ao ponto em que desço todos os dias quando volto do trabalho. Preciso comparecer mais vezes nesse simpático exemplar de boteco insulano.

Serviço:

Boteco com nome ignorado
Rua Gregório de Castro Morais, 1130 - Guarabú - Ilha do Governador
Skol: R$3,50
Porção de lingüiça: R$10,00
Porção de torradas: R$2,00


Exibir mapa ampliado

4 comentários:

  1. O blog é bastante interessante, mas suas opniões são bastante preconceituosas, ignorantes e elitistas... Vc parece ser bem alienado intelectualmente, tem preconceito conta pobres, mendigos, "gente feia", contra a baixada fluminense etc
    Vc deve ser lindo né... É engraçado, uma pessoal ignorante igual a vc, moradora da zona sul, deve achar o mesmo de você ao saber que mora na ilha do governador... Se enxerga, para de reproduzir preconceitos e tenha uma visão mais crítica da realidade

    ResponderExcluir
  2. Apenas impressão sua, não sou nada disso que você disse. Escrevo piadas, detesto humor politicamente correto.

    ResponderExcluir
  3. Grande Izidoro, padroeiro da Internet !

    O referido boteco chama-se Mercadinho, é a pátria alcoólica de uma das turmas da velha guarda que ainda freqüento, cada vez mais velha e cada vez menos guarda....Tem mais de 30 anos e sempre foi daquele jeito. a paisagem é que mudou um pouco. 

    VLW !! 

    Quanto ao idiota que escreveu acima, é realmente incrível como tem gente que não entende ironia, metáfora, trocadilhos.

    É como se o indivíduo entendesse todos os sinais trocados, se fosse a visão, ele seria um daltônico !

    Se fosse audição, seria um surdo tonal !

    Se fosse sexo, seria meia-bomba ! ahahahah 

    VLW 

    ResponderExcluir
  4. Hahahahah O que mais tem é gente que só entende as coisas literalmente, inaptas na compreensão das entrelinhas.

    Abraços.

    ResponderExcluir