quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Em Busca de Mim Mesmo - Sérgio Viula

Eu não entendo como alguém termina o segundo grau e continua sendo católico. Nenhuma outra doutrina no mundo matou tanta gente quanto o catolicismo, e continua matando ao proibir o uso de camisinhas e ao protejer padres pedófilos que cometem diversas atrocidades dentro das igrejas. Minha digníssima sogra pensa da mesma forma e tentou anular seu batismo, ritual ao qual foi submetida quando criança. Desistiu depois de descobrir que é necessário contratar um advogado para entrar com um processo no Vaticano, o que é uma empreitada de alto custo.

Eu não preciso de deus para levar minha de forma honesta. Não preciso de bengala para fazer o bem, assim como meu amigo Sérgio Viula.

Sérgio foi meu professor de inglês e só tomei conhecimento da sua homessexualidade depois de sua entrevista para a Revista Época. Tem uma história de vida fantástica, um verdadeiro guerreiro que, apesar das bordoadas que levou, nunca deixou que o sorriso abadonasse seu rosto.

Acompanho seu blog desde aquela época (www.glsgls.blogspot.com - cuidado ao abrir) e li relatos dramáticos de sua vida: a briga com os pais por conta da sua sexualidade, a conversa com os filhos na qual esclarece sua posição, como conheceu o atual companheiro, a reconciliação com a família, entre muitas outras coisas.

Ele já foi pastor evangélico, com formação superior em teologia e duas pós graduações, galgou importantes posições dentro da hierarquia da igreja, escreveu para jornais e foi um dos fundadores do Moses (Movimento Pela Sexualidade Sadia), instituição que tinha como objetivo "curar" gays. Casou e teve que travar uma luta consigo contra seus desejos, se punindo diariamente até o dia que resolveu ser feliz de fato.

A história é longa, por isso ele resolveu colocar tudo num livro que escreveu secretamente e lançou sem aviso prévio. Talvez muita gente teria tido um ataque cardíaco ao saber que suas memórias estavam sendo postas no papel, mas seu objetivo não foi escandalizar ou colocar outras pessoas numa situação constrangedora. Não existem detalhes íntimos, nomes revelados ou qualquer outra coisa sensacionalista. Sérgio sempre foi muito discreto e se não fez revelações, não foi para proteger os protagonistas dos fatos, mas para se preservar e, principalmente, preservar seus filhos que provavelmente leram a obra. Seu objetivo, exposto no início de seu relato, é mostrar como "sair do armário" foi a decisão mais acertada da sua vida, constribuindo para que outras pessoas façam o mesmo, principalmente aquelas oprimidas por motivos religiosos.

Diante do seu histório dentro da Igreja Batista, boa parte do livro refuta os argumentos bíblicos que condenam a homossexualidade, e sua formação em teologia e filosofia legitimam e dão embasamento para tal. Sérgio explica de forma muito didática por que não acredita em deus e mostra diversas contradições da Bíblia e de seus defensores, conduzindo de forma eficiente o leitor em seu raciocínio.

Não é um texto emocianante, ele não vai te fazer chorar, mas vai, certamente, te fazer refletir sobre algumas idéias que grande parte das pessoas possuem como verdade absoluta. Os clichês presentes na obra (o título, a letra de Metamorfose Ambulante na quarta capa e linguagem) podem deixar leitores mais experientes um pouco entediados, mas funcionam ao tornar o texto acessível a um público mais amplo.

O livro é vendido por R$25,00 R$29,00 (frete incluso) e pode ser encomendado aqui.

Já que o assunto também é religião, segue abaixo vídeo engraçadíssimo do Padre Marcelo Rosse e seus "sábios" conselhos:

Um comentário:

  1. Essa é uma resenha perfeita, Norton! Vc acertou em cheio!!! Só tem um detalhe: o preço do livro está em R$ 29,00 devido aos custos com correio. Planejei enviar como carta simples, mas os correios me advertiram que não posso. Acabou ficando um pouco mais caro, mas ainda vale a pena. :-D

    Abraço grande amigo e obrigado por toda a consideração que vc sempre demonstrou por mim.

    Sergio Viula

    ResponderExcluir