terça-feira, 30 de agosto de 2011

You're just too good to be true

Para uma melhor experiência, ligue o som do seu computador e dê o play abaixo:



********

Amor é uma coisa egoista, né? Exige atenção, notícias, estar junto, sentimento de posse mesmo. Mas felizmente existem outros tipos de amor, aquele de querer bem mesmo à distância, que o outro seja feliz, tenha sucesso, progrida, e é esse tipo de amor que tenho que aprender agora, na marra, a força.

Estar ao lado dela era tudo que eu precisava para ser feliz, e isso fez com que deixasse de correr atrás de outros objetivos, deixei de me preocupar comigo, me tornei uma pessoa desinteressante para ela e, principalmente, para mim. Deixei de lado novos projetos, novas propostas, oportunidades de me tornar uma pessoa melhor. Eu não precisava destas outras coisas, já tinha tudo que necessitava para ser feliz:  ela do meu lado.

<ligar clichê>Tenho a sensação que não vou conseguir seguir em frente, que o chão se abriu e não existe mais caminho, apenas um enorme abismo. Besteira, isso faz parte da vida. Ninguém é feliz o tempo inteiro e estes obstáculos estão aí para nos tornar mais fortes.<desligar clichê>

Agora estou em outro cenário. Preciso reorganizar toda minha vida e a sensação que tenho é que terei que começar do zero. Sei que não é verdade, mas é assim que estou me sentindo. Mas a vida segue e já fiz alguns planos para essa nova etapa:

Planos para depois da separação:

Voltar para auto escola e aprender definitivamente a dirigir;
Fazer aulas de dança de salão;
Depender menos do transporte público (comprei uma bicicleta urbana dobrável);
Ler e escrever mais;
Amar menos.

Coloquei meus planos no Facebook e por incrível que pareça recebi bons comentários. Amar menos nunca vai ser a melhor solução. Preciso amar minha nova bicicleta, minhas aulas de dança e na auto escola. Preciso amar, cada dia mais e acima de tudo, a mim.

********

Desculpem meus leitores por esse desabafo, mas eu estava precisando. A digníssima ainda será citada aqui por causa das postagens que estão prontas e programadas para irem ao ar.

Diante desse novo momento da minha vida, estou criando um novo blog no qual relatarei minhas desventuras em seguir com a vida. Escrever me ajuda, acabo refletindo muito e achando soluções e caminhos que nunca seriam atingidos sem o nível de concentração necessário para realizar esta tarefa.

Este novo blog terá algumas regras:


  • Detalhes íntimos não serão revelados, visando me proteger e, principalmente, protegê-la;
  • Não relatarei meus novos relacionamentos. Assim como será muito doloroso descobrir novos casos dela, informação esta que prefiro não receber, para ela deve ser o mesmo.

O nome do blog será Falta Eu Acordar, trecho da música O Último Romântico: www.faltaeuacordar.blogspot.com. Quem já curte a página do Ilhados no Facebook (www.facebook.com/ilhados) receberá automaticamente as atualizações.

Voltamos a nossa programação normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário