domingo, 28 de agosto de 2011

Bomboniére Pathe

Bomboniére Pathe
Localizado num belo prédio art decó, o Cine Pathé foi inaugurado em 1928 e teve suas atividades encerradas em 99, assim como todos os cinemas da Broadway brasileira, como era conhecida a Cinelândia diante da grande quantidade de salas.

Também inaugurado em 28, o Cine Palácio fechou em 2008. Este eu freqüentei bastante, que com suas salas suntuosas administradas pelo Grupo Severiano Ribeiro.

O único que resiste é o Odeon, em funcionamento graças ao patrocínio da Petrobras, que investe mais em cultura do que o Ministério responsável por isso.

Poderia escrever um texto enorme contando a história da Cinelândia e sua relação com o cinema nacional, mas desta vez quero falar sobre a Bomboniére Pathe, que na minha opinião é um dos maiores símbolos de resistência cultural do Rio de Janeiro.

O Pathe (cantado pelo Cazuza numa música que não lembro), assim como dezenas de outros cinemas, virou uma Igreja Universal. As letras identificando o local encimou a marquise durante um bom tempo, lembrando seu passado glorioso.

A boa notícia é que a bomboniére continua funcionando num pequeno espaço na quina do prédio. Administrado pela mesma família há muitos anos, resiste em continuar vendendo suas deliciosas tortas. A fatia custa R$5,00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário