quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Sobre prostituição

 
Acredito que um dia os puteiros serão serviços tão comuns como os salões de beleza e as meretrizes serão profissionais socialmente aceitas como quaisquer outras trabalhadoras. Os prostíbulos funcionarão em ruas comerciais e em locais com grandes concentrações de bares e restaurantes. Quem sabe até em shoppings.

Muito difícil entender porque a humanidade transformou o sexo, que é uma coisa tão boa, em pecado e imoralidade. Por mais explicações que eu leia a respeito, não consigo aceitar.

Aos poucos caminhamos para um futuro com relações  humanas mais respeitáveis. Em alguns países já é permitido o casamento entre pessoas do mesmo sexo, aborto, mães solteiras não sofrem mais coerção social, relacionamentos abertos, amizade colorida, coisas até pouco tempo inadmissíveis e que hoje em dia são aceitáveis. Vários pequenos avanços que foram conquistados com muita luta, sangue e suor.

Espero que sair para fazer sexo com uma garota de programa um dia seja tão natural quanto almoçar fora. Pelo menos elas já estão aceitando cartão de crédito e débito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário