segunda-feira, 26 de novembro de 2012

I Festival de Gastronomia e Cultura Sabores do Porto

Adoro os morros do centro da cidade. Já falei aqui sobre o Fim de Semana do Livro no Porto, evento literário muito bacana que aconteceu há poucas semanas no Morro da Conceição.

Desta vez subi a Providência para o I Festival de Gastronomia e Cultura Sabores do Porto, que contou também com a participação de casas do Morro do Pinto, que criaram pratos especiais para o evento.

A Providência foi a primeira favela do Brasil, criada por ex-combatentes de Canudos que esperavam uma indenização em forma de moradias do Governo Federal (saiba mais).

******

Subimos por becos estreitos, entre barracos, lixo, policiais da UPP, escadas perigosas e uns caras com pinta de serem do movimento, mas fomos recebidos com muito carinho pelos moradores que nos guiaram até os restaurantes que procurávamos e pelos comerciantes que participavam do festival, como o Marcelino (Pastel da Aldeia, feito no forno com recheio de frango e azeitona) e a Loura (bolinho de jabá com jerimum). Destaque para a Dona Jura, uma simpatia que servia nhoque de camarão e panquecas de frango numa laje lá no alto, com uma vista estupenda da Região Portuária.

Muitos gringos, muitos cariocas, cerveja gelada, juntamos mesas e ficamos batendo papo com outras pessoas que também encararam as ladeiras e degraus para chegar até a Jura. Uma dessas tardes inesquecíveis.

Lá encontrei o amigo, artista e fotógrafo Maurício Hora, nascido e criado na comunidade cujo trabalho é reconhecido internacionalmente. Uma das suas obras com grande repercussão foi a adesivagem nos muros das casas condenadas pela prefeitura, para a construção do teleférico, de imagens com os rostos de seus moradores. Já contei aqui, a Providência vem passando por um momento muito delicado, com dezenas de despejos realizados a título de "revitalização", realizada de forma arbitrária e sem diálogo com a comunidade. Além desta postagem, abaixo é possível assistir o documentário Domínio Público que conta um pouco mais o que está acontecendo lá. 

Voltando ao festival, ele aconteceu apenas neste final de semana, mas ainda dá tempo de participar. No sábado, primeiro de dezembro, será a premiação na Vila Olímpica da Gamboa, das 12 às 21h. E com festival ou não, a Providência sempre estará lá recebendo muito bem os visitantes.

Nhoque a la Jura: R$12,00

Visual da laje da Dona Jura

Visual da laje da Dona Jura, com a Cidade do Samba
Cardápio


Domínio Público from Paêbirú Realizações on Vimeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário