sexta-feira, 22 de outubro de 2010

#mídiagolpista

Tá descarada a campanha das Organizações Globo contra o Lula e a Dilma. Eu recebo a newsletter do Globo Online e há algumas semanas todo o dia uma das principais notícias é um ataque ao presidente ou a sua candidata. Vejam abaixo as mais recentes:





Metade da capa da edição impressa de hoje são ataques ao Lula. A outra metade são ataques a Dilma. Tá demais, até o Sindicato dos Jornalistas se manifestou contra essa tentativa de golpe e foi imediatamente chamada de repúdio à liberdade de imprensa pela grande mídia. Isso só reforça minha convicção que Dilma é a melhor opção.

Essa postagem é para meus leitores que estão indecisos ou que resolveram anular o voto. Meus sinceros pedidos para que não façam isso. É só dar uma olhada em como foram os oito anos do governo Lula:

Geração de dez milhões e duzentos mil novos empregos;
A pobreza extrema foi reduzida de 15 para 10%;
A pobreza absoluta caiu em proporção semelhante;
Aumento do crédito;
Intensificação das políticas culturais;
Entre muitas outras coisas.

Já expliquei porque vou votar na Dilma. Segue abaixo vídeos de algumas pessoas que também se manifestaram publicamente:

Margareth Menezes


Lia de Itamaracá


Geraldo Azevedo


Leonardo Boff e Chico Buarque


Alceu Valença


Chico Cesar


Nita Freire (Viúva de Paulo Freire)


Marilena Chaui: "Serra é ameaça à democracia e aos direitos sociais"


São inúmeras as pessoas que já manifestaram seu apoio a Dilma, para ver alguns visite o canal da candidada no Youtube: http://www.youtube.com/dilmanaweb

2 comentários:

  1. <span>Enviado por Ricardo Noblat - 24.10.2010 | 9h18mDEU EM O GLOBOLuiz Zidane Lula da Silva
    <p> 
    </p><p>Elio Gaspari
    </p><p><span>Lula 65</span>
    </p><p>...Neste final de campanha, Lula levou aos palanques um bordão imperial. Como completa 65 anos na quarta-feira, pediu, em pelo menos três comícios (no Piauí, no Pará¡ e em Goiás), que os eleitores lhe deem a eleição de Dilma Rousseff de "presente de aniversário".
    </p><p>Noves fora a pobreza de associar o mandato de presidente da República a um mimo afetivo, o lance indica o grau de personalismo que Nosso Guia impõem à sua atividade política. Desde o Império, quando se festejava o aniversário de D. Pedro II (2 de dezembro), nunca na História deste país um governante transformou seu aniversário em efeméride política.
    </p></span>

    ResponderExcluir
  2. Não vejo problema nenhum nisso, meu voto para Dilma não é um presente de aniversário para o Lula.

    A direita está tão desesperada que procura as acusações mais absurdas, como esta.

    Abraços.

    ResponderExcluir